The Big Lebowskis (semana da poesía salvaxe)

Abril 25, 2013

nota:
Vimos por este meio propor-lhe o espectáculo do grupo The Big Lebowskis, um duo de Tiago Gomes (voz) e Francisco Rebelo (guitarra e co.), que constrói temas com base em pistas que os textos dão e em influências várias da música, cinema e literatura.

É uma fusão de Spoken Word, palavra falada, cantada, dita com a guitarra e outros instrumentos que iremos juntar na composição do disco que está a terminar de ser gravado e pronto a sair até ao Verão, sob a produção de Francisco Rebelo e Hugo Santos.

É uma dinâmica de duo, de desgarrada ou de simples comunhão por vezes, de despique outras vezes, um diálogo a duas vozes; voz e guitarra.

As músicas abordam temas variados: um escritor que estava no Mississípi quando o Blues deu os primeiros passos; um cão passeando por Lisboa (e por um país sitiado); amantes que ocupam uma praia; um actor e uma dupla na rodagem de um filme; o jazz e toda a liberdade que nos tem dado ao longo dos anos; a estrada, a viagem, esse lado aventureiro da vida dos artistas; Jack Kerouac e os Beats; Ella Fitzgerald e Joe Pass, um duo em diálogo; Lisboa, luz misteriosa, reino de Ulisses, cercados por Tágides; Miles Davis; a boémia; África; liberdade, tanta e tão pouca como alguém se referiu nos dias que correm.

The Big Lebowskis promete levar esta viagem (trip) aos palcos um pouco por todo o lado, construindo farrapos de nuvens num céu de fim de tarde, livres.

The Big Lebowskis têm também algo do Dude, de Walter e Donny do filme homónimo dos irmãos Cohen. A Liberdade, Humor, Camaradagem e usufruto das pequenas grandes coisas da vida.

Os textos são da autoria de Tiago Gomes, Jack Kerouac, Bob Kaufman, Sam Shepard, Lawrence Femingueti, Langston Hughes entre outros.

Facebook